Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Google Chrome Opera Mozilla Firefox Microsoft Edge
Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.

Pré-jogo do Criciúma promove campanha contra o trabalho infantil

Campanha "Brasil Sem Trabalho Infantil" reúne instituições e torcidas organizadas em ação de conscientização no estádio Heriberto Hülse

Por Ligado no Sul06/10/2023 13h00
Foto: Getty Images

No próximo domingo, dia 8, o Criciúma enfrentará o Vitória em um jogo crucial pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida está marcada para as 18 horas e acontecerá no estádio Heriberto Hülse. No entanto, antes do início do jogo, o pátio do Majestoso será palco de ações voltadas para combater o trabalho infantil.

Essa iniciativa faz parte da campanha promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT12) em parceria com o Criciúma, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Justiça do Trabalho, o Ministério Público do Trabalho, a Abadeus e as torcidas organizadas Os Tigre e Guerrilha Jovem. O evento está programado para começar às 16 horas e visa conscientizar a população sobre esse problema global.

Sob o lema “Brasil Sem Trabalho Infantil”, a campanha tem como objetivo sensibilizar a sociedade para a gravidade dessa questão. Durante o pré-jogo, crianças entrarão no campo vestindo capas de super-heróis como um símbolo de esperança e resistência contra o trabalho infantil. Os próprios atletas também participarão da conscientização exibindo faixas alusivas ao tema, e a arquibancada será decorada com bandeiras que apoiam a causa.

O trabalho infantil é uma preocupação que afeta a saúde e o bem-estar de crianças e adolescentes em todo o mundo. Além disso, essa prática prejudica o desempenho escolar, limita o tempo disponível para o lazer e o convívio social, e acarreta diversas consequências negativas para os jovens envolvidos. A ação realizada antes do jogo visa chamar a atenção para a importância de combater essa realidade e trabalhar em direção a um futuro melhor para todas as crianças.

Foto/ Assessoria de Imprensa C.E.C.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa notícia

VER MAIS NOTÍCIAS