25/08/2020  às 14hs09 - Atualizado em 25/08/2020  às 14hs15

Política

Vereador Lucas Librelato se manifesta contra reajuste de tarifas cobradas pela Celesc


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


O vereador Lucas Canever Librelato (PSD) encaminhou uma Moção de Repúdio à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e à Celesc Distribuição.


Segundo ele, sua ação foi motivada em virtude da aprovação, por parte da ANEEL, do aumento médio de 8,14% das tarifas cobradas do consumidor pela Celesc em um período de instabilidade econômica e, além disso, com possibilidade de haver o surgimento de novo reajuste. O aumento impactará 3,08 milhões de unidades consumidoras, distribuídas em 264 municípios de Santa Catarina, incluindo Orleans.


A Moção de Repúdio levou em conta também “que não se pode atribuir a responsabilidade pela instabilidade econômica ao consumidor, em especial no presente momento de pandemia ocasionado pela Covid-19, cujos efeitos nefastos estão afetam toda a população catarinense, bem assim o povo orleanense” e “o lucro de R$ 60,7 milhões obtido pela Celesc no segundo trimestre de 2020, o que representou um aumento superior a 14% comparado ao mesmo período do ano passado”.


O aumento, conforme o documento, foi impactado, em especial, pelos custos de aquisição de energia compostos, em grande parte, pelos gastos com compra de energia da usina de Itaipu, precificada em dólar. “Isso vem na contramão de tudo o que está sendo feito para salvar a economia do país. Tem empresas fechando as portas, outras diminuindo bruscamente suas receitas, muitas pessoas perdendo seus empregos. E aí você vê uma ação desta no nossos Estado. Nós, como vereadores, legisladores, voz da população, nos colocamos totalmente contra esta ação do Governo do Estado”, ressaltou o vereador.


25/08/2020  às 14hs09