08/07/2020  às 11hs14

Geral

Treviso celebra 25 anos de história focado no futuro

Cidade é conhecida pela mineração e pelas belezas naturais espalhadas pelos seus quatro cantos.


Foto: Lucas Colombo/TN

Foto: Lucas Colombo/TN


O município de Treviso comemora hoje 25 anos de emancipação, porém, segundo informações baseadas na obra ‘Treviso 100 Anos’, da autora Zeide Carminati de Lorenzi, a chegada dos primeiros primeiro imigrantes se dá em 1891, quando os italianos que estavam abordo do navio “Cachemir” deixaram o porto de Gênova, rumo ao Brasil, ou mais especificamente a Nova Treviso – em homenagem a Província de Treviso na Itália. Compunham a leva famílias oriundas das províncias de Treviso, Bérgamo, Cremona e Ferrara.


Passados trinta e cinco anos, quando a selva trevisana já se houvera transformado em civilização à moda italiana, mais precisamente a 2 de julho de 1926, o Conselho Municipal de Urussanga, através do Projeto de Lei nº 103, decreta a criação do Distrito de Paz de Treviso.


Com essa conquista, um plano de emancipação começa a se corporificar, todavia a Lei nº 380 de 19 de dezembro de 1958 desmembrava de Urussanga e criava o município de Siderópolis a que passaria a pertencer o Distrito de Treviso.


O plano se concretiza e, a 19 de março de 1995 é realizado o Plebiscito de Emancipação. Dos 2.076 eleitores do Distrito, 1423 compareceram às urnas, dos quais 1373 votaram a favor da emancipação, somando um total de 68,55%, sendo que em 8 de julho de 1995, o Governador do Estado de Santa Catarina, em exercício, José Augusto Hülse, sanciona a Lei nº 9.864 de Emancipação Política e Administrativa do Município de Treviso.


Passados 25 anos, o município ainda colhe bons frutos oriundos dos seus imigrantes. De colonização italiana, a marca trazida por personagens vindos de outros países ainda se faz presente até os dias atuais. O primeiro prefeito eleito foi Jaimir Comin, que hoje, após ser eleito novamente em 2016, lidera o município, que contabiliza pouco mais de 3 mil habitantes.
Na opinião do prefeito Comin, o município cresceu e se desenvolveu, fato que o alegra. “Em poucos anos, nossa cidade aumentou o número de habitantes e isso é motivo de orgulho para nós que moramos e nos dedicamos em construir um lugar bom de viver e que se desenvolve a cada dia”, disse.


Lugar bom de viver


Obras importantes fizeram com que Treviso crescesse, aponta o chefe do poder público. “Foi inaugurado há alguns anos um trecho de mais de seis quilômetros da SC-446 que liga a região de Criciúma a Serra. Essa pavimentação economiza mais de dez quilômetros de quem fazia essa rota, que antes passada por outros municípios. Hoje esse trecho corta a nossa cidade e traz muita visibilidade”, disse.
O prefeito destaca que Treviso terá um futuro repleto de conquistas. “Aqui é um lugar bom de viver, com baixo índice de criminalidade, onde a calmaria reina, além disso, temos belas paisagens e estamos atraindo indústrias para cá. O futuro de Treviso deve ser promissor”, falou Comin.


O especial completo sobre a cidade você confere na edição de hoje do Tribuna de Notícias.


Fonte:TN Sul.


08/07/2020  às 11hs14