16/08/2019  às 05hs17

Polícia

Polícia civil de Gravatal e Sangão identificam autores de furto de gado

O animal estava sem brinco de identificação, fato que impossibilitou o reconhecimento da vítima naquela data.



FATOS INUSITADOS RELACIONADOS AO INÍCIO DA INVESTIGAÇÃO:
Uma ocorrência inusitada chamou a atenção das forças de segurança em 29/06/2019, por volta das 21h40. Trata-se da abordagem de um veículo Fiat/Uno por Policiais Militares Rodoviários Estaduais de Gravatal. Naquela noite os Policiais Rodoviários realizavam uma blitz em frente ao posto policial do bairro Pouso Alto, em Gravatal, oportunidade em que foram efetuar da abordagem de um veículo Fiat/Uno que seguia no sentido Braço do Norte – Tubarão. O veículo acabou fugindo em alta velocidade. Os policiais iniciaram acompanhamento tático do veículo, o qual acabou sendo abandonado e os criminosos se embrenharam no mato, não sendo possível a prisão deles. No veículo, para a surpresa dos policiais, foi encontrado um boi da raça “holandesa” morto. O animal estava sem brinco de identificação, fato que impossibilitou o reconhecimento da vítima naquela data.


DAS INVESTIGAÇÕES:
Diante da apreensão do veículo e do animal, foi registrado um boletim de ocorrência e a Polícia Civil de Gravatal passou a investigar o fato. Um inquérito policial foi instaurado. No veículo foram encontrados alguns vestígios que levaram a identificação de dois suspeitos da cidade de Sangão. A Polícia Civil de Sangão já tinha informações de que os suspeitos realmente seriam envolvidos com furtos de gados, incluindo alguns furtos em Sangão. A partir daí as duas Delegacias passaram a investigar o caso e identificaram os alvos. Representou-se por mandados de buscas para as casas dos suspeitos. Os manados foram deferidos pelo Poder Judiciário da Comarca de Armazém, após manifestação favorável do Ministério Público. Na manhã desta quinta-feira, dia 15/08/2019, montou-se operação policial para cumprimento das buscas. Na casa dos suspeitos foram encontrados outros indícios da participação deles no furto investigado. Um dos suspeitos, de 30 anos (morador de Sangão) acabou confessando o furto. Outros dois indivíduos: de 27 anos (residente em Sangão) e outro de 19 anos (residente em Braço do Norte) também foram identificados como suspeitos do furto.


DO PROCEDIMENTO POLICIAL:
O inquérito policial que apura o furto deve ser concluído nos próximos dias e os indivíduos devem ser indiciados por furto qualificados. Não se descarta a hipótese de que estes indivíduos possam estar envolvidos em outros crimes de furtos de gados.


Os trabalhos policiais/investigativos foram realizados pelos Policiais Civis das Delegacias de Polícia de Gravatal e Sangão, contando com o apoio de Policiais Militares Rodoviários de Gravatal, Polícia Militar de Sangão e Policiais Civis de Jaguaruna, sendo coordenados pelos Delegados Gabriel Luiz Marcondes e Danilo Bandeira Valdetaro.


 


 


Att
Walker Mendes Cardoso
Escrivão de Polícia Civil
Responsável pelo Expediente
Delegacia de Polícia de Gravatal


16/08/2019  às 05hs17