13/08/2019  às 06hs13

Polícia

Motorista que atropelou e matou mulher no dia dos pais admitiu que tinha bebido

O delegado vai aguardar a perícia no veículo. O inquérito será concluído em trinta dias. Como ele se apresentou com o advogado, o motorista foi liberado. O veículo foi encontrado no bairro São Luiz.



O motorista que atropelou e matou a vigilante Edilaine Cunha de Medeiros 26 anos no domingo 11 por volta das 6 horas da manhã, se apresentou nesta segunda-feira ao delegado Fernando Possamai do primeiro distrito. Segundo depoimento do motorista que é morador de Criciúma e tem 21 anos, admitiu que tinha ingerido bebida alcoólica.


Segundo o delegado, o jovem confessou que estava vindo de uma festa e disse não ter visto a mulher, por isso não parou o veículo. Foi constatado que uma placa de sinalização foi arrancada com o impacto. Na rua Domenico Sônego, onde a mulher foi atropelada, a placa de sinalização permite 40 km.


O delegado vai aguardar a perícia no veículo. O inquérito será concluído em trinta dias. Como ele se apresentou com o advogado, o motorista foi liberado. O veículo foi encontrado no bairro São Luiz.


Edilaine era casada, tinha um filho e dois enteados e trabalhava na Vigilância radar a cerca de um ano. O corpo foi sepultado em Som Brio.


 


 


Texto: Gentil Francisco: Foto divulgação


13/08/2019  às 06hs13