02/10/2020  às 10hs42 - Atualizado em 02/10/2020  às 11hs32

Saúde

Em tempos de pandemia, Rede Feminina de Orleans se reinventa para difundir informações sobre prevenção


Foto: Iago Telles / Rádio Guarujá

Foto: Iago Telles / Rádio Guarujá


A Campanha Outubro Rosa foi tema de entrevista na Rádio Guarujá nesta sexta-feira, dia 2. A secretária Edina Furlan Rampineli e a enfermeira Thais Brighente, da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Orleans, estiveram nos estúdios da emissora para ressaltar as ações da Rede Feminina, não somente neste mês de campanha, mas durante todo o ano. 


A iniciativa tem como principal intuito a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer de colo do útero. "O principal objetivo da Rede Feminina é compartilhar informações sobre a doença e possibilitar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento para reduzir a mortalidade", explicou Thais.


Devido à pandemia, os atendimentos presenciais foram suspensos. Entretanto, para que as mulheres contiuem tendo acesso aos serviços oferecidos pela Rede Feminina, foi desenvolvido o Tele Saúde da Mulher, através do contato (48) 99926-4507. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 13h30min às 17h30min. Ele serve para orientações e encaminhamentos. Além disso, lives sobre diversos temas serão realizadas neste mês, no perfil de Instragram da Taís (@thaisbrighente).


Todas essas iniciativas, conforme a voluntária Edina, servem como um convite às mulheres, para que lembrem-se da importância do autocuidado, prevenção e atenção à saúde. "Fazemos este alerta para mostrar para as mulheres que é hora de despertar. A mulher, geralmente, cuida da saúde dos outros e acaba esquecendo dela, então a mensagem que queremos deixar é que elas tirem este mês de outubro para cuidarem de si", afirmou. 


Neste ano, para a manutenção das atividades, as voluntárias traçaram algumas estratégias para arrecadar fundos. Para isso, está sendo comercializado o livro “Rede Feminina de Combate ao Câncer de Orleans, 20 anos de amor ao próximo”, pelo valor de R$ 25,00. Os interessados em adquirir e apoiar a causa, basta se dirigir a um dos três pontos de venda: a Casa Paroquial, o Despachante Juliana e o Doces Bilu. Além disso, é possível encomendar máscaras através dos contatos (48) 99156-2508 (Edina) ou (48) 99926-4507 (Thais), no valor de R$ 15,00. 


Confira a entrevista completa neste link.


02/10/2020  às 10hs42