14/02/2020  às 13hs00

Geral

COOPERMILA é novamente a vencedora do Prêmio ANEEL de Qualidade

O primeiro lugar já foi alcançado por cinco vezes, fazendo com que a cooperativa lauromüllense se consolide entre as melhores distribuidoras de energia elétrica do Brasil.


Fotos: Divulgação / COORPERMILA

Fotos: Divulgação / COORPERMILA


Uma gestão de qualidade reflete diretamente na satisfação dos consumidores e dos colaboradores. Tal preocupação está presente em todas as ações da Cooperativa Eletrificação Lauro Müller (COOPERMILA), sendo constante a busca pela prestação de um serviço de qualidade aos mais de mil associados, com agilidade, eficiência e segurança. Este propósito está alinhado com toda a equipe.


Como resultado, a cooperativa venceu o Prêmio ANEEL de Qualidade 2019, da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), na categoria de permissionárias com até 10 mil unidades consumidoras. Esta é a quinta vez que a COOPERMILA alcança tal premiação. Em seu histórico, consta o êxito de, por seis anos consecutivos, estar participando da cerimônia de premiação, obtendo o primeiro lugar nos anos de 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019. No ano de 2016, obteve a segunda colocação.


O prêmio representa a voz do consumidor de energia elétrica, além de ser um indicador que ajuda a agência reguladora a aprimorar os processos de fiscalização e regulação. O objetivo maior é a busca contínua pela melhoria da qualidade do serviço e, neste sentido, o IASC é um importante instrumento de avaliação. O presidente da COOPERMILA, Alcimar De Brida, fala da satisfação por estar entre as melhores distribuidoras de energia elétrica do Brasil.


“O IASC já é uma tradição no setor elétrico e representa uma avaliação sob o olhar atento do consumidor, que está cada vez mais exigente por um serviço de qualidade e, cabe a nós, manter esse nível de excelência no serviço. Pelo sexto ano estar participando entre as finalistas e a COOPERMILA pela quinta vez estar sendo reconhecida pelos consumidores na primeira posição, estamos muito felizes por esta conquista”, declarou.


O Prêmio IASC avalia a satisfação do consumidor por meio de pesquisa realizada entre os associados. Em 2019, o percentual alcançado foi de 90,12%. As distribuidoras de energia elétrica mais bem avaliadas pelos consumidores, pelos serviços prestados no ano de 2019, receberam, nesta quarta-feira, dia 12, o Prêmio ANEEL de Qualidade. As avaliações das distribuidoras foram obtidas a partir de pesquisa de opinião realizada em todo o Brasil, no período de 22 de julho a 13 de novembro de 2019, que entrevistou 27.308 consumidores, de 596 munícipios atendidos pelas 91 empresas. As vencedoras receberam troféu, certificado e selo que representa o reconhecimento do consumidor por seu desempenho.


Conforme o Alcimar De Brida, a cooperativa conta com todo o suporte de um Conselho de Administração participativo nas decisões tomadas, com conselheiros indicados, de forma democrática, pelos associados em reuniões realizada em comunidades. “Desde então, traçamos objetivos e, com trabalho árduo, superamos todos os obstáculos para alcança-los. Esta foi a forma que encontramos para agradecer pela confiança em nós depositada. Na gestão da COOPERMILA, o uso racional dos recursos, mantendo os pés no chão, garante ao associado a confiança de que todas as suas contribuições retornam a eles como benefícios. A cada conquista, não nos damos por satisfeitos e vamos sempre em busca de novos desafios. É isso que os associados esperam de nós e é deles que vem a motivação para melhorarmos a cada dia”, afirmou o presidente.


Percentual alcançado na avaliação de satisfação a cada ano:


2014 – 89,33%


2015 – 81,12%


2017 – 85,31%


2018 – 82,53%


2019 – 90,12%


A evolução ao longo dos anos


Há 14 anos à frente da COOPERMILA, Alcimar De Brida relembra com orgulho toda a sua trajetória. “No ano de 2006, o programa de recuperação das redes de distribuição foi implantado, tendo como prioridade a reconstrução dos alimentadores (linha tronco) com deslocamento para as margens das estradas, visto que os sistemas de distribuição da COOPERMILA foram construídos há mais de trinta anos. Naquele ano, também houve a readequação da sede social às disposições legais contidas nas resoluções da ANEEL, de forma a atender condizentemente a associados e consumidores. Ainda registramos o início da construção do almoxarifado de manutenção e obras, bem como área a ser utilizada como garagem a veículos”.


No ano de 2007, a benefícios sociais foram implantados, tais como atendimento médicos, odontológicos e ambulatoriais. “Também realizamos uma assembleia participativa de associados com familiares, registrando o comparecimento de mais de 1 mil pessoas ao evento, o que nos deu muita satisfação”. O ano de 2008 também foi marcado por grandes conquistas. Entre elas, a ampliação do convênio assistencial; a intensificação da melhoria em redes de distribuição; aplicação de tarifas reduzidas aos associados a partir do faturamento maio de 2008; e a assinatura junto ao poder concedente (Aneel) do contrato de permissão para distribuição de energia elétrica.


No fim da década de 2000, foi finalizado o processo de adaptação de procedimento operacional ao contrato de permissão e a implantação em parceria com instituições de ensino de cursos a associados e dependentes. “É notório que o benefício da redução das tarifas promoveu o desenvolvimento e melhoria de vida ao homem do campo em nosso município viabilizando investimentos nas propriedades”, avaliou. “A área de atuação totalmente eletrificada, juntamente com a reforma dos alimentadores e redes secundarias, determinou grande meta a ser cumprida, que é o deslocamento de todas as redes de distribuição para os limites das vias públicas de forma a facilitar o acesso quando necessário as manutenções”, acrescentou.


A ampliação da sede social também foi um grande motivo de orgulho aos associados, sendo de fundamental importância para o município. Isso porque o auditório é amplo e equipado, sendo utilizado pelos diversos seguimentos de nossa sociedade em reuniões e eventos. Uma nova reforma estatutária ocorreu em 2016, onde os associados, em maioria superior a dois terços dos presentes, aprovaram que a reeleição do cargo a presidência poderia ser sucessiva ao longo do tempo. Na ocasião, foram realizadas reuniões em todas as comunidades para escolher membros a compor a diretoria e solicitado que fosse referendado ou não o nome do atual presidente a concorrer à eleição.


A aceitação do quadro social foi manifestada de forma conclusiva, resultando em chapa única a concorrer à última eleição, que encerrará o mandato em março de 2021. “Nossa história nos faz crer que a COOPERMILA alicerçada na determinação e empenho de seu quadro social ajudou e ainda continua a escrever nas páginas de nosso município um capitulo de conquistas sociais e apoio ao desenvolvimento. Temos orgulho de apresentar em nosso registro de unidades consumidoras onde 75% do total atendido são de propriedades rurais e agroindústrias rurais. A evolução da atividade de criação de aves e animais para abate na modalidade fomento de integração além de garantir as famílias uma fonte de renda também ajuda a economia municipal na arrecadação de tributos”, apontou Alcimar De Brida.


No ano de 2018, foi analisada a necessidade da instalação de um banco regulador de tensão no religador do bairro Arizona. O investimento foi de aproximadamente R$ 120 mil, visando garantir a regulação da tensão e a qualidade do fornecimento de energia elétrica. As quedas de tensão ocorrem em função da extensão das redes de distribuição, em que os pontos de consumo estão espalhados por grandes áreas, muitas vezes localizadas distantes da subestação. A instalação do regulador garante que, a partir do ponto em que o equipamento foi instalado, o fornecimento de energia volte ao padrão de qualidade fornecido pela cooperativa.


Já em 2019, a COOPERMILA realizou investimentos que ultrapassaram o valor de R$ 200 mil para melhorias na rede tronco. Desde a tomada de energia do bairro Arizona até a localidade de Vargem Grande, foram instalados 9,5 quilômetros de cabos 1/0 CA AWG. As ações incluíram também a instalação e troca de postes. Toda a extensão da rede foi alocada próximo da via pública. “A reforma trouxe maior confiabilidade e qualidade no fornecimento de energia elétrica, beneficiando os consumidores e possibilitando o desenvolvimento da região”, ressaltou. A sede social, considerada a casa do associado, também recebeu especial tratamento, com uma reforma geral, no valor de R$ 85 mil. “É de fundamental importância lembrar que promovemos mudanças em nosso auditório, como a construção de uma nova saída para situações emergenciais, de forma a possibilitar o uso com a segurança determinada nas normas fixadas pelo Corpo de Bombeiros de nosso município”.


Por fim, o presidente concluiu enaltecendo a preocupação da COOPERMILA com a comunidade como um todo. “Mesmo após a regulação em 2008, sempre mantivemos as tarifas de fornecimento de energia elétrica aos associados em patamares inferiores aos praticadas pela grande concessionária estadual Celesc. A extensão de redes em nossa área de atuação é de 213 quilômetros, tudo atendido por apenas 10 empregados que compõem nosso quadro funcional, com nossa central atendendo 24 horas. No âmbito social, mantivemos os serviços assistenciais iniciados em 2007, atendendo aos associados e seus dependentes. Enfatizo estes registros para afirmar que a COOPERMILA pode se credenciar como empresa cidadã, atuando em áreas deficitárias e carentes de nossa sociedade atenuando o sofrimento imposto a população pela deficiência em alguns casos do serviço público ofertado em nosso país. A COOPERMILA continuará a ser um agente de desenvolvimento ao nosso município”, concluiu.


Redação Notícias JH


14/02/2020  às 13hs00