04/10/2019  às 14hs45 - Atualizado em 04/10/2019  às 15hs19

Educação

Centro Educacional Meta: educação em todas as áreas do conhecimento

Além do ensino de qualidade desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, a escola localizada em Orleans promove o desenvolvimento pleno dos alunos através dos projetos extracurriculares.


Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame


Aprendizagem voltada para todas as áreas do conhecimento. Este é o foco de trabalho do Centro Educacional Meta, localizado em Orleans, que, além da educação de qualidade na Educação Infantil e no Ensino Fundamental e Médio, proporciona atividades extracurriculares, afim de desenvolver inúmeras capacidades nos estudantes.


Através dos inúmeros projetos que possibilitam a educação em tempo integral, os estudantes do CE Meta despertam o interesse por atividades que estimulam o conhecimento, o trabalho em equipe e a resolução de problemas, preparando-os para se tornarem cidadãos e profissionais atuantes, que promovem a transformação no meio em que estão inseridos.


Jogos da Mente


Os chamados "jogos da mente", tais como o Xadrez e Cubo Mágico, são grandes sucessos desenvolvidos pelo CE Meta. Eles desenvolvem o raciocínio lógico, a memória, a concentração, o bom comportamento, o trabalho em equipe, a capacidade de resolver problemas e entre outras habilidades.


Xadrez


A equipe de Xadrez é composta por 51 membros, de 7 a 14 anos, alunos do Ensino Fundamental I e II. As turmas são divididas em iniciantes, intermediários e de rendimento, esta composta por 14 atletas principais, que são titulares e participam de todos os campeonatos. O grupo já coleciona participação em competição regional, estadual, brasileira, panamericana, além dos torneios internos. O estudante do C.E. Meta representou o Brasil no Panamericano de Xadrez, no Equador, em julho deste ano. Além dele, a atleta Amanda Silva Ferraz, que tem sete anos, participou do Campeonato Brasileiro Sub 8, em agosto. Outras importantes conquistas se deram no Campeonato Catarinense, conquistando a medalha de ouro tanto no Blitz quanto no Rápido no Sub 10, prata em ambas as categorias no Sub 12, prata no Blitz Sub 8 e prata e bronze no Rápido Sub 8, além da 2ª colocação no Brasileiro Sub 20 e 8° lugar no Campeonato Brasileiro.



Cubo Mágico


Ao total, 97 alunos aprenderam montar o cubo mágico na disciplina de Matemática. A participação em campeonatos, entretanto, começou apenas no fim de 2018. Atualmente, 21 atletas fazem parte do projeto. Desde então, resultados excelentes foram alcançados. Na primeira participação da equipe do C.E. Meta, o grupo alcançou a 3ª colocação no campeonato regional. Gustavo Laurentino Galvani alcançou o 3º lugar no Campeonato Brasileiro na categoria de montar com os pés. 



Oficina de Robótica


A Oficina de Robótica visa despertar nos alunos o interesse pela tecnologia e pela ciência e é ministrada de acordo com os diferentes níveis escolares. Conforme a professora responsável pelo projeto, entre as habilidades estimuladas, estão: criatividade, trabalho em equipe, resolução de problemas, concentração, raciocínio lógico. A cada aula, é proposto um desafio com um projeto para que eles desenvolvam com as ferramentas disponíveis, como, por exemplo, montar um helicóptero com os kits específicos para robótica com peças de legos. Ao concluir o ano letivo, eles apresentam o projeto final e o defendem para professora e demais alunos, para que aprendam também sobre argumentação e oratória.



Horta orgânica


O contato com a natureza é algo que deve ser estimulado desde os primeiros anos de vida. A implantação da horta no C.E. Meta estimula a produção de alimentos orgânicos e desenvolve também ações socioambientais. Este projeto é utilizado como ferramenta lúdico-pedagógica em diferentes áreas, como matemática, ciências e geografia. A experiência visa estimular a alimentação saudável, sem o uso de agrotóxicos. Os alimentos são servidos aos alunos na escola, mas também é possível que os pais e familiares os levem para casa. Além da horta tradicional, há a horta vertical, ou suspensa, onde as hortaliças são plantadas em garrafas PET, incentivando a reciclagem. Alface, couve, cenoura, brócolis, cebolinha, repolho, beterraba, couve-flor, pepino, tomate, salsa, aipim, milho, chuchu, chás e ervas, abacaxi, banana, limão, acerola e amora são alguns dos alimentos cultivados.



Patinação artística


A patinação artística é realizada em parceria com a Tigers Patinação Artística. Para quem pratica, os benefícios alcançados são inúmeros. Entre eles, melhora da coordenação motora, equilíbrio, concentração, tonificação dos músculos, postura, melhoria da função cardiovascular e respiratória, fortalecimento dos ossos e aumento da imunidade, além de contribuir para o bem-estar físico e emocional. As aulas ocorrem duas vezes por semana e são abertas à comunidade, tanto para mulheres quanto para homens, com idade mínima de quatro anos. A aula experimental é grátis.



Aulas de música


A partir deste ano, foram iniciadas aulas gratuitas de música, não apenas para os estudantes do C.E. Meta, mas para toda a comunidade. Os alunos que participam do projeto passam a integrar a Banda Santa Bárbara, de Lauro Müller. São ministradas aulas de instrumentos de sopro, tais como trompete, trombone, bombardino, tuba, saxhorn, saxophone e clarinete, além de teoria musical.



Taekwondo


Com o significado “caminho dos pés e mãos através da mente”, o Taekwondo é uma arte marcial que possui como filosofia a valorização da disciplina, respeito, perseverança, humildade, autocontrole e entre outros importantes valores. Os praticantes procuram atingi-los através da união espiritual da tríade “corpo-mente-vida”. Entre os benefícios proporcionados por este esporte, estão: resistência física, coordenação motora, fortalecimento muscular, força e flexibilidade.



Dança


Esta atividade também alia o bem-estar físico e mental, além de ser também uma manifestação artística. Além dos benefícios para o corpo, tal como o desenvolvimento de habilidades e experiência corporal, serve como forma de expressão e instrumento de socialização, sendo uma importante aliada ao processo de ensino-aprendizagem.



Atividades diversas


Nos períodos contraturnos, os alunos têm também autonomia para realizarem atividades de sua preferência, desde que tragam benefícios, a exemplo do skate, que também é um esporte que traz benefícios à saúde e, apesar da grande adesão entre as crianças e adolescente, é pouco estimulado nos ambientes escolares em geral.



Pré-vestibular


O pré-vestibular do C. E. Meta conta com diversos métodos de ensino aplicados em sala de aula, tendo em vista que até mesmo as horas diárias de estudo são determinadas pela relação candidato por vaga e pelo desempenho dos candidatos no vestibular almejado. Para isso, é importante que o aluno saiba como estudar e seja bem orientado por profissionais capacitados, resultando no sucesso em alcançar o objetivo desejado. Além disso, o estímulo ao esporte é uma importante ferramenta de prevenção às drogas.



Iniciação científica


As aulas de Iniciação Científica fazem parte de um projeto que contempla a grade curricular na disciplina de Física do 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental. A intenção é despertar o interesse para esta disciplina que, para muitos, assusta. A ideia é que eles aprendem se divertindo. Tudo isso de forma prática, visando fazer com que eles absorvem o conteúdo aplicando em ações do dia a dia. Para calcular a velocidade, por exemplo, os estudantes deslizam em uma lona com água e sabão, calculando o tempo utilizado para percorrer aquela determinada distância.



Passeios pedagógicos


Os passeios pedagógicos funcionam como ferramentas didáticas, que facilitam a aprendizagem dos alunos, uma vez que os ampliam os conhecimentos para além das salas de aula, tornando este processo mais prazeroso.  Entre os locais visitados, estão: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS), a Tractebel Energia e as cidades de a Laguna, Botuverá, Nova Veneza e Maracajá.



Futsal


O futsal proporciona aos alunos o conhecimento a respeito da história do esporte e sobre técnicas e táticas, além de ensinar sobre respeito às regras e sobre saber ganhar e perder. O projeto é desenvolvido desde 2012 com o professor Roger Pereira, tanto nas séries iniciais quanto nas finais. O ano de 2019 foi marcado por muitas conquistas. Os atletas foram campeões da fase municipal do Moleque Bom de Bola, campeões da fase municipal dos Jogos Escolares de Orleans (JEOR) e estão classificados para o Jogos Escolares de Santa Catarina (JESC), além de representar o município na fase microrregional.



Projeto Meus Sentimentos


A realização deste projeto tem como intuito de desenvolver atividade de reflexão na escola, com alunos e pais, sobre a importância dos sentimentos e o verdadeiro significado da palavra amor para que as crianças possam se desenvolver em um ambiente equilibrado e sadio. Os sentimentos devem ser compreendidos e cada criança é única, merecendo, assim, todo o amor e carinho de seus pais e professores.



Depoimentos dos pais:

"Acho muito importante a escola oferecer atividades extraclasse, porque possibilitam novas experiências, e, muitas vezes, apresentam aos alunos habilidades que nem eles mesmos sabiam ter. Isso proporciona o desenvolvimento de um senso crítico na criança, que se reflete na capacidade e autonomia de decidir e resolver situações do dia a dia. As atividades extraclasse praticadas pelos meus filhos, no caso xadrez e música, trouxeram inúmeros benefícios. Além da socialização, essas atividades potencializaram neles a coletividade, a sensibilidade, a criatividade, a autoestima, e claro, o intelecto", Cleber Zehnder, pai de Davi (10 anos) e da Laura (8 anos), ambos matriculados no C. E. Meta.

"Nossa história com o Meta é apaixonante. Em 2018, procurávamos uma escola para nossa filha e encontramos o Meta, que foi muito além das nossas expectativas. Hoje temos a certeza de que nossa escolha foi a melhor possível. Vemos uma escola que valoriza o aluno, compreende suas limitações e o incentiva a superar desafios. O Meta não se contenta em ensinar apenas o básico, ele vai além da sala de aula e entende que toda criança tem o potencial de ser incrível", Viviane Silva Ferraz, mãe da Amanda (7 anos), matriculada no C. E. Meta.


04/10/2019  às 14hs45