13/03/2019  às 17hs07

Saúde

Braço do Norte em alerta após foco do mosquito Aedes Aegypti

Equipes da Secretaria de Saúde de Braço do Norte estão trabalhando no combate ao mosquito Aedes Aegypti, pois um foco com 19 larvas foi confirmado nesta segunda-feira, dia 11, no perímetro central da cidade.


Reprodução Internet

Reprodução Internet

Ascom BN
Edição, Redação Ligado no Sul

 

De acordo com informações do setor de Endemias da Secretaria de Saúde, as larvas – forma aquática do mosquito - foram achadas em armadilhas dispostas estrategicamente para a prevenção da proliferação do mosquito. Ao todo, 119 armadilhas estão espalhadas pelo município.

A equipe da responsável pela prevenção de endemias, auxiliada por agentes de saúde, já estabeleceu um perímetro para fiscalização e todos os estabelecimentos, residências e terrenos serão vistoriados, em um raio de 300 metros do foco encontrado. A suspeita é que as larvas sejam de um mosquito caroneiro.

As agentes de Endemias lembram que o mosquito Aedes Aegypti tem preferência por depositar suas larvas em depósitos artificiais, ou seja, no lixo, podendo ser em uma tampa de refrigerante ou em uma piscina, por exemplo.

PREVENÇÃO

Para prevenir o Aedes Aegypti, alguns cuidados devem ser considerados. O primeiro é tratar o destino das garrafas plásticas. Elas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo.

Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas. Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso. Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico. Limpe e nivele. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água.

Plantas que acumulam água: Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas. Conserte e nivele toda imperfeição em pisos e locais que possam acumular água. Caixas de água, cisternas e poços: Mantenha-os fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.

Tonéis e depósitos de água: Mantenha-os vedados. Os que não têm tampa devem ser escovados e cobertos com tela. Objetos que acumulam água: Coloque num saco plástico, feche bem e jogue corretamente no lixo.

Vasilhas para animais: Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana.

Pratinhos de vasos de plantas: Mantenha-os limpos e coloque areia até a borda.

Objetos d'água decorativos: Mantenha-os sempre limpos com água tratada com cloro ou encha-os com areia. Crie peixes, pois eles se alimentam das larvas do mosquito.


13/03/2019  às 17hs07