04/08/2020  às 16hs46 - Atualizado em 04/08/2020  às 17hs21

Bancada do PSD de Orleans propõe 40% de adicional de insalubridade aos servidores que atuam no combate à Covid-19


Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação

Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação


A bancada do PSD na Câmara de Vereadores de Orleans propôs que o Poder Executivo, por meio de Projeto de Lei e com recursos próprios do Município, conceda adicional de insalubridade em grau máximo (40%) aos profissionais de serviços essenciais ao combate à pandemia, que estiverem trabalhando diretamente no enfrentamento e combate à Covid-19, durante o período que esta situação perdurar. Além disso, os vereadores solicitaram também que seja garantido o vale-alimentação para os servidores afastados do trabalho, com atestado médico, por doenças decorrentes do novo coronavírus.


São autores da Indicação os vereadores Lucas Canever Librelato (PSD); Udir Luiz Pavei (PSD), o Dija; Paulo Canever (PSD); e Jorgiany Pires Niero (DEM). Para tanto, os vereadores levaram em consideração o Decreto Municipal nº 4.755/2020, que decretou estado de emergência no Município de Orleans e adotou medidas para o enfrentamento e combate à Covid-19, e o Decreto nº 4.843/2020, que regulamenta a Lei nº 173/2020 e estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento à Covid-19 no âmbito do Município de Orleans.


Conforme o vereador Lucas Canever Librelato, a intenção é valorizar de forma efetiva os profissionais. "Aqueles profissionais que mais estão na linha de frente, mais expostos ao contato, são os profissionais da saúde, da vigilância sanitária e epidemiológica e da limpeza urbana. Então, a sugestão é que se aumente o adicional de insalubridade ao máximo, que é 40%, como forma de valorizar estes profissionais que estão arriscando suas vidas e as de seus familiares para proteger as nossas famílias. Então nada mais justo fazer isso enquanto perdurar este estado de emergência, de combate e enfrentamento ao coronavírus. É uma maneira que nós, como vereadores, entendemos que eles podem ser valorizados. A classe deve ser sempre valorizada, mas ainda mais agora que estamos diante de uma pandemia, de um momento totalmente atípico no país e no mundo", justificou.


A Indicação foi feita de forma verbal pelo vereador Lucas Canever Librelato na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 3, e será protocolada com a assinatura dos demais vereadores ainda nesta semana.


04/08/2020  às 16hs46